segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Em cada indelicadeza, assassino um pouco aqueles que me amam.
Em cada desatenção, não sou nem educado, nem cristão.
Em cada olhar de desprezo, alguém termina magoado.
Em cada gesto de impaciência, dou uma bofetada invisível nos que convivem comigo.
Em cada perdão que eu negue, vai um pedaço do meu egoísmo.
Em cada ressentimento, revelo meu amor-próprio ferido.
Em cada palavra áspera que digo, perdi alguns pontos no céu.
Em cada omissão que pratico, rasgo uma folha do evangelho.
Em cada esmola que eu nego, um pobre se afasta mais triste.
Em cada oração que não faço, eu peco.
Em cada juízo maldoso, meu lado mesquinho se aflora.
Em cada fofoca que faço, eu peco contra o silêncio.
Em cada pranto que enxugo, eu torno alguém mais feliz.
Em cada ato de fé, eu canto um hino à vida.
Em cada sorriso que espalho, eu planto alguma esperança.
Em cada espinho, que finco, machuco algum coração.
Em cada espinho que arranco, alguém beijará minha mão.
Em cada rosa que oferto, os anjos dizem: Amém!

Qual?

Carioca da clara... 
curto muito praia... 
sair com amigos... 
sou uma grande amiga... 
mas, tenho diferenças... 
as vezes sou uma gatinha de tão calma... 
outras vezes sou uma leoa de tão felina... 
mas, meus amigos convivem bem com isto... 
sou uma leonina ao pé da letra... 
curto a vida de montão...
adoro meu filhotinho Zeus é o cachorrinho mais lindo desse mundo... 
acredito que Deus é meu tudo...
sou exóterica... 
sempre de bem com a vida... 
sou completamente espiritualizada... 
ainda acredito nas pessoas... 
e que a vida ainda pode ser linda e colorida...

ser carioca é isso e mais um pouco...

veja aí em baixo...
SER CARIOCA É:


Começar alguma conversa com o usual "olha só"!
Ser marrento porque pode ser afinal olhe só onde a gente mora "RIO"!


Dar inveja nos não cariocas pelo simples fato de sermos "cariocas"!


Indignar-se com a inveja dos não cariocas com o habitual "fala sério"!


Tratar tanto homens quanto mulheres de "cara" sem que isso seja considerado afronta "cara"!


É comer "pizza" com "catchup" sim, e daí? !


Ter certeza de que esta é a "cidade mais linda do mundo"!


Falar com o "R" arrastado e com o "S" com som de "X" e exagerar ainda mais quando está perto de paulistas!


Saber que as maiores torcidas do mundo estão "aqui"!


Saber que o maior estádio do mundo é o "Maracanã"!


Saber que a maior floresta urbana do mundo é a "Floresta da Tijuca""


Saber que a maior favela do mundo é a "Rocinha"!
2008     

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e não ver vista que não sejam as janelas ao redor. E porque não tem vista logo se acostuma a não olhar para fora. E porque não olha para fora, logo se acostuma e não abrir de todo as cortinas. E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, se esquece do sol, se esquece do ar, esquece da amplidão.

A gente se acostuma a acordar sobressaltado porque está na hora. A tomar café correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus porque não pode perder tempo. A comer sanduíche porque não dá para almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.
A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E não aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo dia de guerra, dos números, da longa duração.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: “hoje não posso ir”. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisa tanto ser visto. 
A gente se acostuma a pagar por tudo o que se deseja e necessita. E a lutar para ganhar com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagará mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra. 
A gente se acostuma a andar nas ruas e ver cartazes. A abrir as revistas e ler artigos. A ligar a televisão e assistir comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos. 
A gente se acostuma à poluição, às salas fechadas de ar condicionado e ao cheiro de cigarros. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam à luz natural. Às bactérias de água potável. À contaminação da água do mar. À morte lenta dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinhos, a não ter galo de madrugada, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta por perto. 
A gente se acostuma a coisas demais para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta lá.
Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua o resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem muito sono atrasado.
A gente se acostuma a não falar na aspereza para preservar a pele. Se acostuma para evitar sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.
A gente se acostuma para poupar a vida.
Que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma.

Ô Ô Ô GOOOOLLLL Ô Ô Ô GOOOOLLLL BRASIL ! GOOOOLLLL Ô Ô Ô GOOOOLLLL

Gol de placa
de trivela
no cantinho
pra desempatar

É de letra
de cabeça
bicicleta
pra comemorar

A bola vai rolar
entre a camisa e o coração
grito lá do fundo então
é campeão, é campeão

E quando ela rola
o mundo para
só na torcida
sem respirar

E quando ela passa
pelo goleiro O Brasil inteiro
vai comemorar,
comemorar 




O que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?

Tudo é possível para aquele que crê! Mc 9:23

Uma conversa no MSN

... Ana Stela Diz: 
karina,
eu vi seu blog depois cria um pra mim?

*Karina Diz:  Viu? Kkkkkkkkkkkkkkk... Claro que faço!

... Ana Stela Diz:
Vou dar um comentário para o seu blog...

 *Karina Diz: É mesmo?? Você vai colocar o que? Kkkkk...

... Ana Stela Diz: 
eu iria esquever o que acho de vc...

*Karina Diz: Sério?! E o que você acha de mim? Risos...

 ... Ana Stela Diz: 
perai tenho que pensar...

*Karina Diz:  Ok!! Veja bem o  que você vai falar de mim, hein... kkk...

... Ana Stela Diz:  
hsuahsuahsuahsuahsuahs...
ta bom!

*Karina Diz: Combinado então!! Rs.

... Ana Stela Diz:
 rapidin deixa eu acabar de escrever...

*Karina Diz: Tá bom... Ok!!

... Ana StelaDiz: 

De: Ana Stela  Para: Tia Talina


Eu amo a minha branca
de vezes em quando xata
mais mesmo assim amo ela
minha magrela...
comprou e trouxe sorvete pá eu sem eu ir e sem eu pedir
isso nao é uma amiga é quase uma irmã
te amo muito

K arinhosa
A miga
R isonha
I nteligente
N otável
A tenciosa


*Karina Diz: Obrigada Linda!! Amei!!

... Ana Stela Diz: 
acabei!

*Karina Diz:  Estou colando... vai lá ver depois!

... Ana Stela Diz: 
vo mimi

*Karina Diz: Dorme com Deus! Boa noite!

... Ana Stela Diz:
vejo amanha
boa noite 
beijo
xau



*Karina Diz: Ok!  Tchau! Bjão! Te amodoro!

Postagens